quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Mais um pouco de História

Padrões de quilts e seus nomes
Rose de Sharon





[...]

A vida das pioneiras americanas com certeza não foi nada fácil, e é de se pensar como aquelas mulhres, sob uma vida tão rude ainda encontravam tempo para suas criações.
Conta Judy Anne, que no livro Pionner Quiltmaker: Story of Dorinda Moody Slade, de Carolyn O'Baggy Davis, que Dorinda tinha o hábito de ter a sua cabeceira papel e lápis, pois quando lhe vinha uma inspiração corria a registrar, para depois mais tarde transportar suas idéias para colchas e mantas.
Suas idéias vinha da natureza a sua volta.
Logo é natural que também que nomes refletindo a fé religiosa surgissem. Assim que Rose of Sharon é uma alusão a uma flor que cresce nas planices da Palestina e remete a lembrança dos canticos Biblicos Hebraicos, como nesse caso a Canção de Salomão 2, que em seus versos diz: "Eu sou a rosa de Sharon, o lírio dos vales. Qual lírio entre os espinhos, tal é a minha amada entre as filhas..." Essa forma de expressão servia como demonstração de devoção e conforto.
Esse padrão é feito por aplicação e tem muitas versões em seu formato, alguns arranjos são apresentados em um grande bloco formando a colcha toda, em outros apresenta-se em pequenos blocos cercados na borda por um tipo de guirlanda, tudo sempre muito bem feito.
Foi muito popular no século 19 e normalmente se apresentava em enxovais para recém-casados simbolozando o amor e o matrimônio.
É conhecido também pelos nomes:
Democrat Rose, Wild Prairie Rose, Colonial Rose, Kentucky Rose e Mexican Rose.



seja o primeiro a comentar!

Design by Sala de Costura ^
BlogBlogs.Com.Br