sexta-feira, 14 de agosto de 2009

Costurando

Cresci vendo minha avó, tia e mãe costurando, bordando, remendando, crochetando, tricotando... então penso que essa habilidades são meio que inatas, estão no sangue.

Um tempo depois descobri que um irmão de minha avó materna era alfaiate, achei incrível tal descoberta. Minha madrinha era costureira.

Lembro que quando ia visitá-la ficava encantada com uma maquininha de forrar botão. Tempos depois comprei uma... muito legal e ajuda, porque podemos aproveitar para criar botões bem interessante, e usar em nossos Patch's.

Quando minha filha estava para nascer, durante a gravidez, fui para um curso de corte costura e desde de então a costura não saiu mais de minha vida.

Fiz o enxoval de bebe dela, minhas roupas de gestante e todas as roupas minhas e de minha família, até bem pouco tempo, era toda confecionada por mim.

Então... costurar, sem dúvida alguma, além de útil é prazeroso. Num certo período foi minha fonte de renda, também.

1 comentário

Marcela Cotta disse...

Oi, acabei de descobrir seu blog e me identifiquei com sua história, pois minha avó tb era costureira... Estou começando a costurar agora, pois sempre acontece algo e tenho q parar... Gostaria que vc desse dicas para pessoas que como eu, estão apenas começando... Não sou adepta do patchwork, pretendo mais é fazer roupas para mim, colocando um pouco do meu estilo nas roupas

Bjos

Postar um comentário

Design by Sala de Costura ^
BlogBlogs.Com.Br